27/07/11

Processando...

Nossa, se este blog fosse um espaço verdadeiramente físico estaria tão empoeirado que me daria uma baita crise alérgica. Quanto tempo que não passava por aqui... Hoje a vida me trouxe aqui novamente. Era para cá, que eu corria quando algo me afligia, quando algo não estava bem. Nos últimos meses, só tem sobrado tempo e paciência para os 140 caracteres. Sim o Twitter me pegou... Mas enfim, aqui estou.

Sabe aquela canção do engenheiros do Hawaii?

São todos iguais
E tão desiguais
uns mais iguais que os outros

Pois é, no final eu tenho a sensação que por mais que se tente, que se prometa, a gente acaba não mudando e permanecendo igual. E é esse igual aos outros que me preocupa. Porque que o diferente é sempre o errado, é bobo, é o problemático? Passei o final da tarde pensando nisso. Querendo entender onde eu errei para não receber dos outros a verdade e a sinceridade.

Fico por aqui processando, processando como uma página de internet...

27/02/11

A Força da Vida

Um dia frio me faz lembrar de casa 
O sentimento aqui dentro não consigo distinguir 
Talvez um choro interrompido sem saber porque chegou 
E trouxe uma leve inspiração contando algo que preciso ouvir
A vida guarda suas forças quando sofre 
E dobra-se num último esforço 
Se preservando pra não se perder 

As forças parecem faltar, 
Então ela morre à primeira vista, 
Mas corre por dentro a seiva 
E por baixo da terra ela insiste.

Vou além, vou buscar a raíz 
Pode vir o tempo difícil 
Eu não vou desistir. 
Pode parecer que o tempo 
Se fechou na tristeza, 
Mas guardada em meu peito 
Eu levo a força da vida.



09/09/10

Licença Maternidade não é férias!

Olá pessoal, depois de longos meses, enfim consegui entrar aqui. Este cantinho está empoeirado eu sei, mas é que a vida real está bastante agitada e não está sobrando muito tempo. Bem, em junho entrei de licença no trabalho para me preparar para o parto do Davi. E ele chegou no dia 10 de julho em uma tarde linda do meu Rio de Janeiro. Amanhã ele completa dois meses e eu resolvi postar aqui uma fotinha do pequeno. E assim, tentar voltar aos poucos a escrever.
O parto do Davi foi super tranquilo, foi tudo muito gostoso. Curti cada segundinho. A maternidade era um encanto, a equipe médica era perfeita, e meu filho lindo.

A nova rotina está uma loucura, não tenho tempo para nada. Ainda mais quando já se tem outra criança em casa, a atenção é toda dividida, e o trabalho dobrado. Rola um pouco de ciúme e muita paciência... Fico tão cansada que acordo no automático para amamentar o Davi. E o danado mama muitoooooo... Em um mês perdi 10 kg, graças a contribuição do pequeno.

Na sexta feira fomos surpreendidos com uma catapora... A Mariana pegou, provavelmente na escola, e está de molho em casa e eu rezando muito, pedindo a Deus para o Davi não pegar, porque ele ainda não foi vacinado, só pode após o primeiro ano de vida. Para completar, a Mari também está gripada, o marido e eu também. Hoje o Davi acordou rouquinho, tadinho, é muito vírus em volta. Tô doida para essa fase chata passar logo e poder sair por aí com meus dois tesouros novamente...

Bem, só sei que a vida está corrida e que criar dois filhos não é nada fácil . Espero a compreensão de todo mundo que gosta desse cantinho aqui.
Beijo grande, Ví

24/05/10

Domingo em Família

"Maio já está no final..." Como diz a canção de Paula Toller e George Israel, "Esqueça os meses, esqueça os seus finais". E foi o que fizemos ontem. Esquecemos que o mês estava no final, que tinha milhares de coisas para pensar e fazer. Eu me joguei em um delicioso acarajé lá no Acarajé da Serra em Guapimirim. Depois encarei um delicioso peixe e rodamos pela região até chegar as Cachoeiras de Santo Aleixo. Domingo muito especial em família. Foi bom sair um pouco de casa e não pensar no dia seguinte. Foi perfeito comer aquele acarajé e lembrar do sabor que há anos eu não provava. Deu saudade de Teófilo Otoni - MG e das baianas da Praça. 
É isso, boa semana para vc e bom final de maio! 

Sétimo mês - Obras x Gravidez







O mês de maio passou em branco aqui no blog. A vida passando, voando e a gente sem tempo para nada... Milhões de pensamentos fazem morada em mim, mas organizá-los está cada vez mais difícil. E eles se perdem em meio a tantos afazeres.

Estou abrigada na casa da minha mãe por conta das obras lá em casa. Definitivamente, gravidez e obras não combinam. Você fica ultra mega ansiosa e tudo acontece de uma vez. Aproveito para deixar meu conselho. Se você pensa em engravidar, faça a obra antes e se engravidar, faça a obra depois. Os nove meses não são suficientes para deixar tudo pronto. Não mesmo...

Principalmente se você fará uma reforma, como o meu caso. Milhares de imprevistos podem acontecer e além dos gastos extras você terá uma demora a mais e isso deixa qualquer um louco. A verdade é que obra só é bom quando acaba... Lá em casa resolvemos mexer no quartinho que vai abrigar o baby e descobrimos uma parede e uma estante tomadas de cupins.

Depois de todo o desespero o quarto já foi reparado, mas faltam ainda muitos detalhes. Na cozinha também achamos vários cupins, o que atrasou ainda mais o andamento da coisa toda. Fora uma parede que teve que refazer todo o embolso e que também não estava no planejado. E um vazamento que apareceu agora, após meu quarto estar devidamente pintado...

O mais angustiante é quando alguém vem com a pergunta: "E aí, tudo prontinho para a chegada do rebento?" Fico com aquela cara e respondo: Nada... Só vou comprar mesmo as coisinhas dele quando a casa estiver toda pronta e eu tiver onde deixar o enxoval. Peço a Deus que ele venha no tempo certo e não se adiante, senão...

Mas a cabeça da gente fica tão neurótica que eu já sonhei que ele tinha nascido e não tinha ainda nenhuma fralda descartável comprada. rs! Fora os incômodos da reta final. Corpo dolorido, coluna doendo, falta de ar e a sensação de que você está maior do que o Faustão e Jô juntos.

O bom é sentir esse danadinho mexer e fazer a festa na sua barriga como se aqui dentro fosse um playground. De fato, é. Pule bastante aí dentro querido, ainda faltam algumas semanas para vc vir.

Mamãe agradece.

PS: Seguem fotos da obra, dos cupins e da estante detonada por eles...

22/04/10

Frase da semana

Espiando o orkut de um amigo deparei-me com essa frase. Fofa, como ele, a frase veio parar aqui. Que ela tbém possa inspirar seu dia.
"Neste fim de semana, mesmo que não haja um passarinho a cantar na sua janela, que haja sempre uma melodia para tocar no teu coração... "

A pequena menina sem talento


Ela não era bela, não possuía uma voz doce. Não tinha desenvoltura para falar, nem era uma boa atleta. Tinha dificuldade para se expressar, problemas na fala, e também não sabia dançar. Era limitada em vários aspectos.

Não sabia pintar, não era boa desenhista. Não era uma menina delicada, tropeçava com facilidade. Não gostava de rosa, tinha paixão pelo preto, azul, marrom. Cores sóbrias faziam parte de sua vida.

Era desengonçada, não sabia cozinhar, nem fazer contas. Tinha medo de tudo, medo de magoar alguém, medo da solidão, medo do futuro, inseguranças sem fim.

Com o tempo, todo o medo e a insegurança fizeram dela uma boa ouvinte. Era a ela que todos recorriam quando algo dava errado. Simplesmente porque ela sabia ouvir e era doce o bastante, e fraca demais para magoar alguém. Suas ponderações eram sempre no sentido de levantar aquele ser sofrido.

Com o tempo, a vida bateu a sua porta, ela teve que aprender algumas coisas, na marra. Não estava preparada. Era uma menina sem talentos. Não tinha a rapidez das respostas que a vida a submetia. Continuava com dificuldades para resolver suas questões. Coisas que para qualquer ser humano pouco evoluído era simples. Para ela não, afinal era a menina sem talentos.

Medo e insegurança pairavam em seu coração. O tempo passava e ela continuava a procura de um talento que lhe permitisse mudar o rumo de sua história. Um dia porém, ao caminhar a esmo pelos ruas empoeiradas de ladrilhos tortos, deparou-se com um saquinho amarrado com seu nome escrito em um pequeno pedaço de papel. Abriu afoita, e ficou maravilhada com o lindo presente que acabara de ganhar.

Era um pequeno pedaço de vidro em forma de coração. Junto dele, um bilhete: "Este é seu talento. Seu coração límpido, e transparente, puro e livre de marcas. Por mais que você ache que não serve para nada, será capaz de transformar a vida de muitas pessoas. E beneficiados serão aqueles que puderem entrar em seu doce coração. Esse é seu talento, um puro coração."

A pequena menina sem talento entendeu enfim, que poderia fazer diferença no mundo daquele jeito. Compreendeu que seu coração era mais especial do que qualquer outro talento que ela almejasse. E enfim pode ser feliz, pode viver.

A pequena menina sem talento - Katherine Bigosth
Foto: Gedichtes

20/04/10

A espera


Um pedacinho desse momento sublime...

E a vida continua, e o relógio corre...


O tempo passa ligeiro, a gente perde a noção e quando se dá conta, pronto, não há mais o tempo que sobrava. Já estou no sexto mês de gestação do Davi. Esta foi uma gravidez totalmente diferente da primeira. Meu corpo sinalizou de maneira contrária. Não tive os tão temidos enjôos, nada de azias carrascas a queimarem o organismo. Fiquei grande, com uma barriga diferente, com um cansaço maior, a partir do 5º mês. E não vi o tempo passar.

Tem horas que esqueço que estou grávida e quando lembro me assusto, porque o Davi já está aqui batendo na porta pedindo para sair e eu ainda não comprei e não preparei nada. Fico tensa, nervosa chata e muito insegura. Queria poder dar uma pausada na vida e tentar me organizar. Ao mesmo tempo, a vontade é de apertar o botão "FF" da vida e pular algumas etapas.

É duro! E por mais que tenha toda a experiência do mundo, você se encontra sensível com os hormônios se degladiando dentro de você. Sempre é um momento delicado da vida, independente da gravidez ser tranquila(o meu caso) ou não. E você chora facilmente. Você emburra facilmente. Você enlouquece se não manter o equilíbrio e o auto-controle(É assim que se escreve ainda????)

E as pessoas ao redor parecem viver em um outro mundo. Ninguém entende você. Ninguém sente como você. Ninguém te enxerga, e percebe que você está sensível, e precisa de atenção e cuidado. É uma fase de transformação do corpo e geralmente a gente se acha a pior das criaturas. Enorme, feia, sem graça, precisando, pedindo um elogio, um alento.

Bom mesmo nessa época é encontrar com grávida, seja em qualquer lugar. No mercado, na sala de espera dos consultórios médicos, na rua, na Igreja, nas festinhas. Grávidas sempre se entendem! E compartilham angústias e alegrias.

Mas aí você sente seu bebê mexendo em seu ventre e percebe que tudo é por ele. Que isso é uma fase, que por mais difícil que seja, vai passar, e você logo, logo terá seu corpinho de volta e o melhor, com um tesouro especial nos braços. E você pede para o tempo dar uma folga e te permitir curtir cada pedacinho desta gravidez e se preparar para a chegada dessa vida que mudará a sua completamente.

Foto: Abduzido.Net

29/03/10

Ainda sem idéias

A minha última postagens foi no início do mês. O blog anda meio abandonado. Cabeça cheia, muitas coisas para pensar e as ideias para escrever se embaralham em minha mente. Neste meio tempo, já decidimos separar os quartos, unir, separar, unir novamente... E até agora não há nada definido. Coisinha mais difícil isso!

Até o Davi chegar tem tanta coisa para colocarmos em ordem que fico até tonta só de pensar. Mas o mais urgente é que eu consiga arrumar uma faxineira. Não dá para fazer todo o serviço sozinha, trabalhando de segunda a sexta de 9h às 18h. Ainda mais agora com essa barrigona. Estou cansada, a barriga está pesando e quando chego em casa, não há forças para fazer quase nada.

A minha faxineira antiga conseguiu um emprego e ficamos muito felizes por ela, mas faz uma falta enorme, aquela limpezinha semanal. Não era perfeita, não era ideal, mas ela era uma gracinha de pessoa e eu sinto falta.

No mais é isso ansiedade e nervos a flor da pele...

05/03/10

Quarto das Crianças

Estou num grande dilema. Perdida, sem idéias, precisando muito da ajuda de todos. Meu segundo pimpolho está a caminho. E como contei anteriormente é um menininho. A idéia é colocá-lo junto da Mari no mesmo quartinho.

E aí está a dúvida. O que fazer. Como decorar. Como deixar um quarto para um casal de irmãos em idades diferentes de maneira harmoniosa? Alguém sabe? Se você é decoradora, designer de interiores ou entende e gosta do assunto, me dê um help, ok?

Aguardo sua ajuda e colaboração.

Foto: Teritório Feminino

01/03/10

Blog novo


Desde que abri esta Caixinha, minha irmã Soraia sempre esteve presente. Tanto nos textos como nos comentários, mas sempre deixava sua marquinha. A danada gostou tanto desse negócio de blog que resolveu criar um para ela. E assim nasceu o "Espaço Soraia". Um cantinho todo dela, fofo, aconchegante. Cheio de ideias boas e energia, vibrante como a própria "Sô" é.

Quer conhecer? Passa lá:


http://espacosoraia.blogspot.com/

26/02/10

A segunda gravidez

Na primeira tudo é festa. Tudo é novo, lindo! Você é pura emoção. E medo! Vem o medo de não saber cuidar da criança. O medo de ser uma péssima mãe. O medo do parto. A inexperiência anda lado a lado com a insegurança. E você aos poucos vai tomando forma quando vê que aquela criancinha linda que cresce ao seu lado é forte e que você também é. Aí você percebe que a vida é um grande aprendizado e que é assim que as coisas acontecem. Um passo de cada vez. E que todo momento tem a sua razão de ser...

Estou grávida pela segunda vez. Estou com 4 meses e pouco. Da descoberta até o momento atual já passei por diversas emoções. De imediato o susto, igual a primeira. Depois a gente vai acostumando e fica feliz. Mas aí nada é novidade. É tudo muito mais tranquilo, nada de desespero, de medos. É tudo mais relax. Nada de enjôos, azias, náuseas e vômitos. Uma beleza!!!

Ontem tive a grata surpresa de descobrir o sexo do meu baby. A filha mais velha tem 5 anos. É nosso amor, nossa luz, nossa vida. Talvez por já tê-la em nossas vidas eu estava completamente condicionada e tinha certeza que o segundo era menina também. Quando o médico revelou que era um menino, eu não tive reação. Fiquei em estado de choque. Minha mãe que estava comigo ao lado, comentou mais tarde que eu cheguei a ficar pálida na hora.

Principalmente porque fui sem pretensão de descobrir o que era. Da Mariana demorou um pouco. E como antes de mim, uma outra gestante saiu arrasada por não conseguir ver. Fui eu na mesma onda. Achando que tudo era igual. E não era e nunca é. A segunda gravidez é completamente diferente da primeira em tudo.

A notícia me pegou de surpresa, mas me deixou imensamente feliz. Ter um casal em casa será perfeito. Já imagino os dois adultos jantando conosco com seus respectivos pares na mesa de jantar. Agora além de genro vou ter uma nora. Serão experiências fantásticas e distintas em tudo. E mais uma vez eu me apaixono por alguém que ainda não conheço.

Foto: Blog SLetras

22/02/10

É hora de dar tchau!


Pessoal,
Bom dia.
A Vívian vai levar um susto, mas minha saída deste blog já havia sido anunciada...
O Nossa Caixinha nasceu de uma vontade nossa, de tornar público nosso pensamento e idéias. Mas a caixinha não é nossa, é também de todos vocês que nos acompanham e continuará sendo...
Eu estou me afastando do projeto, pois a Vívian é a cabeça pensante dessa dupla, não que eu não pense, mas minhas idéias custam a vir e não quero fazer contribuições esporádicas, não acho justo. Então o Nossa Caixinha de hoje em diante é da Vívian.
Eu vou criar algo para mim ou pelo menos tentar, será? hehehe... Depois ela vai divulgar e vamos ver no que dá.
Agradeço aos seguidores e desejo um ano de 2010 fantástico a todos vocês!
Um beijo da Soraia

18/02/10

O ressentimento mata

A palavra "ressentimento" quer dizer: sentir de novo aquilo que já havíamos sentido. Re+sentir! Se continuamos guardando mágoas e ressentimentos, as veias do nosso coração ficam todas fechadas. Não demora e o nosso coração está todo fechado.

Não temos o direito de ficar magoados com as pessoas que nos ofenderam, nos feriram... Não podemos ficar ressentidos e querer mal à pessoa porque fez algo errado. Se agirmos assim estaremos nos matando.

Se você não perdoa, você está se asfixiando. Não se trata de ter direito de não perdoar, porque foi a pessoa que errou. O direito que você tem é o de viver. Não o de morrer. O ressentimento mata. Mata a alma e mata o corpo.

À medida que acumulamos ressentimento, decepção, vamos perdendo a alegria. No começo parece gostoso cultivar aquele sentimento de autopiedade, porque fomos ofendidos. Mas depois, vamos nos envenenando. Podemos chegar à morte. Repito: chegar à morte da alma e à morte do corpo. E quantos morrem assim!...

Precisamos estar com o coração totalmente aberto para que flua abundantemente. É preciso ter a coragem de vencer os ressentimentos, as mágoas, rancores, raiva. É necessário romper com todos esses sentimentos negativos. Eles geram doenças. Geram morte.

O Senhor quer lhe dar salvação. É preciso que você se abra.

Procure, pela inspiração do Espírito Santo, relembrar as pessoas e situações que você precisa perdoar e faça gestos concretos de perdão.


Retirado do Livro: "Combatentes na perdão"

Monsenhor Jonas Abib

25/01/10

O ninho de formigas

Pela manhã meu marido me liga no trabalho:

"Amor, passei muito aperto agora, encontrei um ninho de formigas na caixa de brinquedos da Mariana"...

Não precisava ouvir mais nada para saber exatamente o que meu marido havia passado. Há alguns meses estamos sofrendo com a visita constante de várias formigas. De todas as espécies, cores e tamanhos. Um combate intenso de variados venenos, limpeza, e muita paciência. E no meio disso tudo está o meu marido de férias, dentro de casa. O problema é que ele tem horror a formiga. É do tipo que se atraca com um leão, mas não encosta em formigas. Chega a ser engraçado vê-lo reagir perto delas. Reações essas que já nos renderam diversas histórias cômicas. O medo dele(ops! Ele sempre me corrige: "Não é medo, é nojo!") é tão grande que se ele tiver com um copo na mão e perceber que há formigas, o copo vai ao chão!


Passado o susto, as formigas foram mortas e os brinquedos da Mariana salvos. Ufa!

19/01/10

E o mundo gira...


Olá meninos e meninas. Após uma longa e terrível ausência hoje eu consegui postar aqui. Nem acredito. Mais de um mês, isso aqui chega a estar cheirando a poeira. Cof, cof! Bem, eu entrei de férias em dezembro, dia 18. E desde esse dia, fiquei off line da internet. Entrava vez ou outra para ver meus emais. A minha caixa chegou a registras mais de 3 mil mensagens não lidas. Mas tinha de parar e esquecer do mundo cibernético, minha cabeça estava pedindo isso. Confesso que senti falta, mas precisava deste tempo...

Bem, para quem não sabe, a pesoa aqui se encontra gravidíssima de 13 semanas. E isso afetou-me profundamente de maneira positiva lógico. Quis então me dar de presente este período para descansar mesmo e pensar nas questões futuras. Foi bom. Mas também aproveitei para fazer exames, ir a médicos, curtir minha family por completo e lógico ver muito filme e minhas séries favoritas na TV.


E é isso, a vida continua, o mundo gira e a família aumenta. E "vamo que vamo" que a vida não pode parar.
Beijos e saudades de todos...

Foto: Blog Defenestria

14/12/09

Formigas

Enfrentamos um problema chato lá em casa atualmente. Formigas. De vários tipos, cores, e espécies. Elas surgem de todos os lugares, e nos tiram a paz. Nunca pensei que pudesse juntar em uma pá formigas mortas... Elas praticamente fizeram uma comunidade em minha casa e resolveram se instalar lá, assim, sem nem serem convidadas... é estranho porque elas se aglomeram em círculos em superfícies limpas, sem nada doce, ou qualquer sujeira aparente. Parece que estão fugindo do calor mesmo... Já fizemos de tudo, jogamos venenos em pó, líquido, colocamos troxinhas de cravo da índia nos cantinhos da casa e nada... Alguém tem uma dica????

Foto: Palavras Sussurradas

09/12/09

Participando da promoção do "Ví por aí"

Bem, é o seguinte:, o blog Ví por aí está com uma promoção incrível. Se você ainda não viu corra lá. É só até amanhã. Basta responder a este Questionário que segue abaixo e seguir mais alguns passos e você concorre a estes prêmios lindos. Não são lindos??? Eu querooo! Vamos então ao questionário:

QUESTIONÁRIO


1) Que horas são? 15:49

2) Nome?Vívian

3) Quantidade de velas no seu último bolo de aniversário? 28

4) Furos nas orelhas? Dois. Um em cada.

5) Tatuagens? Nenhuma, não tenho coragem.

6) Piercings? Nenhum também.

7) Já foi à África? Não. ( cada pergunta, gente!!! rs!)

8) Já ficou bêbado? Só alegre

9) Já chorou por alguém? Por muitos alguéns!

10) Já esteve envolvido em algum acidente de carro? Nunca! Graças ao Bom Deus.

11) Peixe ou carne? Carneeeeeeeee

12) Música preferida? Perhaps love - John Denver

13) Cerveja ou Champanhe? Champanhe

14) Metade cheio ou metade vazio? Metade cheio.

15) Lençóis de cama lisos ou estampados? Lisos

17) Programa de televisão? Jornais, séries, filmes... Afff, tanta coisa!!!

18) Filme preferido? O som do coração, Sete Vidas

19) Está ouvindo alguma música agora?Não, por incrível que pareça...

20) Flor(es)? Rosas vermelhas e Girassóis

22) De que pessoa recebeu esse questionário? Apropriei-me dele no Vi por aí...

23) Qual o amigo mais distante que você tem? A maioria esta longe de mim. Acre, Floripa, Sampa, Minas, EUA, etc.

24) O melhor amigo? Meu maridex.

25) Hora de dormir? Depois das 23h

26) Quem acha que vai responder esse questionário mais rápido? Não tenho a menor ideia.

27) Quantas vezes você deixa tocar o telefone antes de atender? No máximo duas vezes.

28) Qual a figura do seu mouse-pad? Um calendário da minha empresa, é o mouse-pad atual.

29) CD preferido? Tenho escutado muito Vida- do Pe. Fábio

30) Mulher bonita? Pode três: Julia Roberts, Sandra Bullock e a sempre linda Gisele Bündchen

31) Homem bonito? George Clooney

32) Pior sentimento do mundo? Inveja e Desprezo.

33) Melhor sentimento do mundo? Amor, sempre!

34) O que uma pessoa não pode ter para estar com você/ter sua amizade/companhia? Mau Humor

35) O primeiro pensamento que você tem ao acordar? Ai que preguiça!!!

36) Se pudesse ser outra pessoa, quem seria? Minha irmã.

38) O que é que você tem debaixo da cama? Vez ou outra um brinquedinho da Maricota que vai parar lá, fora isso, nada..

39) Nome da pessoa que talvez não responda ao questionário? Três pontinhos...

40) Aquele que com certeza vai te responder? Três pontinhos...

41) Quem gostaria que te respondesse? Todo mundoooo!

42) Uma frase: Sentir-se feliz é pouco, ser feliz é tudo!

Sumidinha

Oi gente. Estou sumida, eu sei. Muita coisa na cabeça, final de ano batendo na porta. Milhares de questões para resolver e tempo mínimo restando. Para se ter ideia a minha última postagem aqui foi na terça passada. E eu ainda tive a capacidade de postar que era quarta. Sim, eu estou enlouquecendo. Isso se chama TPF: Tensão Pré Férias! Tudo dá errado. Prazos se perdem, pessoas se esgotam, se estressam. Affffff! Tudo o que quero é que dia 18 chegue bemmmmm rápido! Férias, aí vou eu!!!

01/12/09

Dezembro chegou!


Dia 1º de Dezembro! Hoje é quarta feira. Amo as quartas. É bem no meio digamos "útil" da semana. Não tem o peso da segunda e nem a euforia louca da sexta. É o tempo exato para pensar no que já fez e o que ainda tem que dar conta... E hoje então é o primeiro dia de dezembro. Gente, gente, como este ano passou voando... Já estamos chegando perto do Natal!!!

Planos para o próximo??? Muitos!!! Mas por enquanto vamos tentar realizar todas as metas da semana, afinal estamos ainda no meio dela.

Bjos!

Foto: Suplemento Cultural

As pulgas em nossa vida!

O post de hoje do de(coeur)ação me inspirou a escrever um pouco sobre a nossa triste experiência com cachorros! Amamos os bichinhos, mas quando lembramos o sufoco que foi a visita das pulgas lá em casa...

Bem, moramos em uma casa. Tínhamos uma cachorrinha que teve três filhotinhos. No momento que ela teve as três "bolinhas" nossa vida virou um tormento! Dentro e fora da casa se formou praticamente uma "comunidade" de pulgas. A gente nem podia sentar no sofá. Passamos a recusar visitas para podermos tratar a infestação. E taca veneno nas paredes, e passa no chão com pano e passa remédio nos cachorros. Uma canseira!

Teve um dia que eu e meu marido resolvemos pulverizar o veneno fora da casa. Parecia uma cena de guerra! rs! Nos vestimos dos pés a cabeça, num calor de 30º desta cidade quente. Meias, tênis, máscaras e luvas. Jogamos veneno em todas as paredes exteriores da casa, muro, etc. As pulgas subiam pelo nosso corpo. Parecia filme de ficção! O desespero foi tanto que tivemos que arrancar a roupa na área de serviço mesmo para entrar em casa. Se os vizinhos viram? Até hoje não sabemos, mas o desespero era tanto que o que mais queríamos era ficar livres daquelas roupas cheias de pulgas... Hoje quando lembramos a gente ri da história, mas foi um sofrimento sem fim. Quando lembro, chega a me dar coceiras...

Ah, os cachorrinhos? Depois disso, doamos todos! Não sobrou nenhum para contar história.

PS: Não deixe de dar uma passadinha no de(coeur)ação É um blog maravilhoso, viciante,feito pela querida Viviene Pontes.

27/11/09

Que calor é esse???


Acabo de tirar esta foto. Pasmem, é dentro de uma agência bancária! Estava na fila do Caixa Eletrônico. (Sim, praticamente, todos os caixas estavam fora do ar e gerando aquela fila imensa...) E este cachorro não resistiu ao calor e entrou para tirar uma soneca! Gente, em toda a minha vida, nunca vi nenhum bicho de rua entrar em um banco. Realmente o calor está afetando a todos. Ao menos o coitadinho achou um lugar fresco para descansar...

26/11/09

Polícia ou Ladrão!

O relato que segue abaixo saiu terça, dia 24/11, no Blog do Ancelmo. É perfeito e ilustra bem o cotidiano carioca.

Cidade sem ética

Relato de um internauta (obviamente não identificado), que entristece os cariocas que sonham com uma cidade melhor, mais ética e, sobretudo, mais segura:

"Estava indo buscar para buscar minha esposa numa noite da semana passada (mais precisamente às 21:55h) quando fui abordado por uma viatura da PM dentro do Túnel Rebouças, sentido Zona Sul. Obviamente só parei lá fora, naquela agulha que desce para o Jardim Botânico. Primeiro pediram para abrir o porta-malas, depois pediram os documentos. Como não tenho o documento mais recente do carro porque tenho multa, e o Detran-RJ não deixa fazer vistoria anual com multa pendente, os dois policiais ficaram 20 minutos querendo me aterrorizar com a ameaça de que o carro teria que ser rebocado. Disseram já ter recolhido 50 e tantos carros em situações parecidas com a minha naquele dia. Que apesar de estarem em "Operação entorpecentes e armas", não podiam deixar de fazer o trabalho "documentacional" também. E que em alguns minutos começariam a "Operação Lei Seca".

Fiquei o tempo inteiro com a postura "ok, se tem que rebocar, fazer o quê? Só resta aguardar o
reboque do Detran".

Os dois começaram então aquele discurso de que ia sair caro pra mim, pois teria que pagar multa
pendente, o reboque, o pátio do Detran, etc. Ao menos não foram agressivos, pelo contrário. Falavam sempre como se quisessem "me ajudar" (como se eu não estivesse entendendo que ajuda era essa). Como não ofereci nada, um policial disse ao outro para "ligar para o capitão e solicitar o reboque". Ele se afastou simulando a ligação rádio do celular, num teatro visível.

Durante o tempo em que um policial estaria chamando o capitão/reboque, o outro ficava me perguntando onde eu morava, para onde estava indo, no que trabalhava, se tinha outro carro, etc. Depois de 20 minutos, um deles falou, antes de voltar para a viatura:

- Como podemos ver que o senhor é uma pessoa de bem, é melhor deixar pra lá, pois tomaria o nosso tempo e o seu.

O outro, então, lançou a isca:

- O que o senhor pode fazer pra gente evitar tudo isso?

Disse que não tinha o que fazer, porque estava quase sem dinheiro. Para provar, abri a carteira e mostrei os 15 reais que carregava. O policial fez uma cara de decepção (como eu já imaginava) e me mandou ir embora. Fiz o gesto de guardar o dinheiro de volta na carteira. E ele:

- Não, deixa pelo menos esse aí, então.

Depois me arrependi muito por ter mostrado o dinheiro e acabei sem ele."

Foto: Uma Surpresa Ambulante

Muito sonooo!

Sono, sono sono... Estou totalmente descontrolada hoje. Ontem teve festinha na casa de familiares próximos. O jantar estava uma delícia, tortas cremosas de bacalhau(eu não sou fã, mas adorei!!!) com uma salada verde de damasco e castanha, Tudo de bom! Além da comidinha japonesa que movimentou a turma... rs! Noite boa, na companhia de pessoas queridas sempre é bom. Ficamos até tarde jogando "Perfil" entre gritos e gargalhadas.

Hoje estou um caco é verdade, mas valeu a pena a saidinha de ontem.


19/11/09

Aniversário de Criança

Na festinha da Mariana que eu fiz na escola, esse ano, eu montei um kit de docinhos. Cada criança levava para casa o seu potinho de doce além das famosas sacolinhas surpresas e dos pirulitos de chocolate. Como o tema da festinha foi Cinderela, colei uma figura da princesa no potinho e nele coloquei quatro docinhos (dois brigadeiros, e dois moranguinhos) além dos sapatinhos de chocolate.

As crianças adoraram, felizes da vida, levaram seus potinhos para casa. Prático, rápido, fácil e bonito. Veja as fotos...

PS: Nestas fotos os sapatinhos de chocolates da Cinderela não aparecem porque ainda estavam sendo feitos...

18/11/09

Apelo

Pessoas amigas, aproveito o espaço para falar de algo muito pessoal. Já cheguei a tocar no assunto aqui outras vezes, mas não de uma forma tão escancarada, ou até mesmo, apelativa. O fato é que estou ainda em busca de emprego na área. Trabalho atualmente em uma empresa que não tem nada a ver comigo, totalmente fora da minha área. Gosto das pessoas com quem convivo, o clima de trabalho é bom, porém não dá mais para continuar assim, insistindo em algo, onde você não se realiza, e nem vislumbra uma futura carreira. Quero ir além, trabalhar muito, vencer, batalhar, ser feliz assim! Quero sentir-me útil, realizar-me em algo.

Aproveito para deixar meu email e apelo. Se você souber de alguma vaga na Área da Comunicação, entre em contato comigo. Moro no estado do Rio e estou louca de vontade de mergulhar de cabeça em um projeto novo. Conto com a ajuda de vocês. Obrigada pela torcida e força de cada um.

Segue meu contato:

vivianfpaiva@yahoo.com.br

Foto: Xavena de Palavras

13/11/09

Crianças e a sinceridade...

Na quarta feira, quando fui a festinha da Mari na escola as crianças ficavam em volta de mim. Pediam docinhos, chocolates, refrigerante, suco, perguntavam se tinha sacolinha surpresa, etc. Em determinado momento, uma delas chegou perto de mim e disse:
__ Tia eu não trouxe presente, porque a minha mãe esqueceu, mas amanhã eu vou trazer, tá?

Eu fiz um carinho nela, e falei que não tinha problema, mandei aproveitar a festinha que a Mariana ia amar. Depois, uma outra criança me abordou e soltou essa:
__ Tia, eu não trouxe presente, e a minha mãe falou que não vai comprar!
Eu achei tão engraçado, tão sincero. E acredito mesmo que a mãe tenha falado isso. Porque a gente fala cada coisa e elas repetem exatamente o que falamos e nos deduram para outras pessoas.
Há algumas semanas a Mariana chegou em casa e brava me questionou:
__ Mamãe, hoje eu empurrei o Zyon e a tia brigou comigo! Perguntei a ela porque tinha empurrado o amiguinho e ela me respondeu.
__Porque ele tinha me empurrado também e você falou para mim que quando alguém me batesse era para eu bater também... Aí eu expliquei para a tia e ela me disse que você está errada, Mamãe! (E repetia...) Você está errada Mamãe, errada!

A minha cara foi no chão. Eu realmente tinha falado aquilo para ela. Depois de várias vezes escutar o lamento dela, quando algum coleguinha a empurrava ou até mesmo mordia, eu cansei de orientar para não bater e já cansada da novela falei para ela revidar. Pronto, ela foi na minha onda e a tia brigou com ela. Mas o que me chamou a atenção foi que ela contou exatamente tudo para a professora, ou seja, as crianças nesta faixa de idade (5 anos) principalmente são super sinceras...


Terminamos a conversa com eu me rendendo e falando para ela, que realmente a Mamãe estava errada, e que não era para ela revidar... rs!
Sinceridade é tudo! rs!

Foto: ImageShack

Adriana quem????


Abri o Globo.com e dei de cara com esta notinha. "Adriana receita humildade contra Náutico." Fiquei pensando, quem é esta Adriana. Será alguma jogadora de futebol feminino? Mas só lembrava da Martha, da Cristiane. Depois pensei, deve ser alguma profissional da psicologia, ou até mesmo uma espécie de guru do time. rs!!! Minha imaginação foi longe!!! Cliquei então e abri esta matéria. Ok! Entendi tudo. Na verdade era o Adriano, "O Imperador". Alguém trocou apenas a letra final do nome. Normal, isso acontece! A gente se engana... Eu mesmo, na pressa, escrevo tudo trocado!!! Mas foi no mínimo, engraçado!

Update: Já corrigiram!

11/11/09

Quando os pequenos gestos fazem diferença...

Como comentei ontem, hoje a Mariana faz 5 anos. E para a data preparamos algo diferente. Acordamos cedo, eu e o marido e preparamos um café da manhã para ela. Fizemos uma bandeja com o leitinho dela, o pão preferido, peito de peru enroladinho que ela ama, e uvas. Colocamos dois balões( um rosa e outro lilás) e um cartãozinho fofo também na bandeja!

Tudo pronto, fomos acordá-la. Eram 6:30 da manhã. Começamos a cantar parabéns e ela acordou ainda meio tonta, mas encantada com surpresa! Feliz da vida ela disse:

Ai, nunca imaginei que eu teria um dia tão feliz!!!

Eu me segurei para não chorar! Ela ficou tão feliz, se sentiu tão importante que para ela o café na cama foi melhor do que qualquer presente. Incrível como uma coisa tão pequena faz tanta diferença na vida de uma criança.

Mariana, minha Maricota! Eu te amo! Obrigado por me fazer feliz!


Foto: São Sebastião das Três Orelhas

10/11/09

Aniversário da filhota!


A vida passa rápido, depressa demais. Mais um ano passou e a minha Mariana faz 5 anos amanhã. Como o tempo passa rápido. No que diz respeito a filhos então, ele voa sem a gente perceber! É praticamente zipado, e quando se vê um novo ano está a caminho...

Minha filha completa amanhã 5 anos. Lembro bem com muita nitidez de minha gravidez, parece que foi ontem que vi aqueles olhinhos enormes a me fitar no hospital. Parece que foi ontem que apaixonei-me perdidamente por um ser tão pequenino e indefeso.

Um dia alguém disse que ter filhos e sentir o coração bater fora do corpo! Acho a frase perfeita. Porque é um pedaço da gente ali bem a sua frente, te encarando, te exigindo, um doce e arriscado desafio diário! Ela colore a minha vida, me faz ainda mais feliz. Enche a nossa casa! Ri com a gente, e chora junto também!

Tem opinião, e atitude. Diz que vai ser cantora, atriz, e humorista. A gente escuta e dá risada! Não sabemos o que ele será quando crescer, só temos uma certeza: Ela será para sempre a nossa paixão o nosso amor maior!

Como bem soube expressar Luiz Fernando Veríssimo:

"A verdade é que a gente não faz filhos. Só faz o layout. Eles mesmos fazem a arte-final."

Ficamos aqui a acompanhar seu crescimento, a admirar sua postura e jeito doce de ser. E só nos resta torcer para que ela faça uma bela "arte-final" deste lindo trabalho iniciado por nós a 5 anos atrás.

Parabéns minha filha, Papai e Mamãe amam você!

04/11/09

Muito Prática!

Neste feriado tivemos a visita em nossa casa dos meus cunhados e das minhas sobrinhas. Uma de quatro(Maria Júlia) e outra de dois(Maria Isabel). O pai é fluminense, doente. E as filhas o seguem. Aqui em casa somos Flamengo e os outros primos próximos dela também são. A danada da Julinha outro dia deixou o pai de cabelo em pé.

__Papai, a gente podia torcer pelo Flamengo, né? O Fluminense não ganha nunca mesmo...

rs! Tem como não rir de uma gracinha dessa? Amo estas crianças!

Foto: Unesp

26/10/09

Mercado

Eram cinco para às nove da manhã. Entrei no mercado para comprar duas caixinhas de creme de leite para o almoço. Entrei, peguei as benditas, e fui para o caixa. Tinha apenas uma pessoa na minha frente. O mercado não possui um funcionário que embale as compras, então cabe a caixa embalar os produtos. O que atrasa, e faz a fila ficar bem demorada. A culpa não é da caixa e nem do cliente, e sim do mercado.

Mas o que eu fiquei boba de ver foi o cidadão na minha frente que não moveu um dedo. Gente, é questão de bom senso! Porque as compras eram dele, qual o problema em ajudar a caixa a empacotar? Sério, isso me deprime!

Gentileza gera gentileza, já dizia o poeta...

Vívian, revoltada com a vida! E hoje ainda é segunda-feira.

Foto: Desciclopédia

Tempo voando...

Meu Deus, metade do dia já se foi. Minha manhã foi praticamente inútil. Horrível sentir-se assim. Com vontade de fazer e acontecer e ao mesmo tempo estar amarrada as correntes da mesmice. Espero que este início de semana me reserve boas surpresas, para que eu possa seguir em frente, caminhar sem medo do que o futuro me reserva.

Foto: Sapphire Cordial

23/10/09

Ousadia

Nem a Igreja da Penha escapou da ação dos traficantes do Rio. O Jornal O Dia noticiou que bandidos estariam usando as torres da igreja como mirante. A igreja fica localizada em uma grande rocha. no bairro da Penha, no Rio A visão da cidade do Rio, quando se está lá em cima é incrível. Uma pena, um símbolo de fé tão lindo servir de base de operações do tráfico!

22/10/09

Uma canção para Mariana...

Esta semana eu escutei uma música linda no rádio. Na voz de Seu Jorge, a canção Mariana, me fez chorar. Um sambinha lindo que ele compôs para a filha. Tão doce, tão singelo, tão Mariana... E ficamos eu e a minha Mariana a dançar pela casa. Ela imensamente feliz por ouvir seu nome sendo cantado.

Segue a letra:

Mariana - Seu Jorge

Ninguém tem o dengo
Que tem minha preta
E nem o gênio
Que ela também tem
É ela quem dá ordem
Aqui na nossa casa
Mas quando ela relaxa
Fica tudo bem

A vida tá beleza
Aqui com a nossa filha
Agora tem mais uma
Que acabou de chegar
É mais uma menina
Pra nossa alegria
Que o nosso dia-a-dia vai se completar

Quem tem verdade
Tem valor
E bom é ter a sua mão
Na alegria ou na dor
Mariana para sempre meu amor

Aqui tem o vídeo do Seu Jorge cantando!

19/10/09

Habilidade no ar

Um herói de verdade...

Este post de hoje é dedicado ao meu amigo Marcelo Vaz de Souza, capitão da PM do Rio, que conseguiu pousar o helicóptero e ainda salvar muitas vidas... O que ele passou, foi consequência de uma cidade dominada pelo tráfico, aquilo parecia uma guerra, o que é isso... Incrível que ao ver as notícias, ainda não tinha me dado conta de quem se tratava, 5 anos sem vê-lo, sua mãe morreu esse ano, fiquei triste, mas é a vida... Ontem recebi um telefonema da Vi, me avisando que era ele e fiquei orgulhosa, pois realmente foi um ato digno de um bom profissional...

O conheci com 11 anos, ele tinha 12, mas sempre foi um garoto bacana, alegre, estudioso e se está onde está é porque mereceu... Esteve presente nos meus principais momentos, 15 anos, 18 anos, meu casamento, convivemos juntos até os meus 21 anos, quando casei e vim embora do Rio. A última vez que o vi, foi no casamento da Vívian, fazem 5 anos...

Nos meus 18 anos, ele escreveu algo para mim que jamais esqueci, até hoje... Um versinho muito fofo:
"São 9 abraços do Vasco (apelido dele, eram vários Marcelos na rua)
São 9 abraços do Mário (esse era outro amigo que estava junto)
Desejando a você
Um Feliz Aniversário..."

Fofo e delicado, coisa de amigo mesmo... Sobre os vários Marcelos da rua, tinha o Flamenguista, o PE, o Bahiano, o Kabral e por aí vai... Tempo bom, tudo era mais fácil, a gente brincava na rua, jogava volley, taco, nossa que saudade me deu de todos eles agora...

Bom, superar-se faz parte da vida dele... Uma vez, sofreu um grave acidente de carro e só por Deus ele saiu com vida... Agora ele tem um anjo a mais no céu para cuidar dele e protegê-lo, pois D.Cheila onde quer que se encontre está orgulhosa do filho e intercedendo por ele ao pai. Fico feliz que ele esteja bem e por ter tido a oportunidade de tê-lo como amigo.

Marcelo, Vascaíno como te chamávamos, você é um herói!

Foto: O Dia On Line

13/10/09

Ninho de Passarinho

Estou no trabalho. Levantei-me para ir ao banheiro e assim que abri a porta escutei um barulho. Parecia um bicho, fiquei com medo, receosa. Pensei logo, é um rato!!! Tenho pavor deles... Fechei a porta correndo!

Abri a porta novamente, agora devagar. E peguei em flagrante dois passarinhos passeando pelo banheiro, dando rasantes... Tentei espantar, mas eles não saíram.

É bonitinho, mas tenho que confessar, tenho nervoso! Apertada para ir ao banheiro, não consegui enfrentar os dois, fui no banheiro da sala ao lado. Depois liguei para o porteiro do prédio e pedi socorro. Ele veio olhou e não achou os danadinhos. Já tinham saído, mas deixaram rastros. Os dois estavam construindo um ninho. Tivemos que fechar a janelinha do banheiro para eles não voltarem. No fundo do banheiro fica uma estante com arquivos do escritório. E lá justamente, eles estavam empenhados em fazer o seu ninho.

Me deu pena, e sentimento de culpa. Vão voltar com certeza com mais "materiais" para a construção e encontrarão as portas fechadas. Deu vontade de abrir e deixá-los entrar.

Foto: Leitura em Conta-Gotas

Update: O casalzinho de Andorinhas(conseguimos identificar os danadinhos!!!) passaram a tarde toda dando vôos rasantes em nossa janela. Tentaram entrar pela janelinha que fechamos. Certamente até já encontraram um novo lar, mas deu pena...
Blog Widget by LinkWithin